Liebeslied, de Rainer Maria Rilke

Rainer Maria Rilke
Liebeslied

Wie soll ich meine Seele halten, daß
sie nicht an deine rührt? Wie soll ich sie
hinheben über dich zu andern Dingen?
Ach gerne möcht ich sie bei irgendwas
Verlorenem im Dunkel unterbringen
an einer fremden stillen Stelle, die
nicht weiterschwingt, wenn deine Tiefen schwingen.
Doch alles, was uns anrührt, dich und mich,
nimmt uns zusammen wie ein Bogenstrich,
der aus zwei Saiten eine Stimme zieht.
Auf welches Instrument sind wir gespannt?
Und welcher Spieler hat uns in der Hand?
O süßes Lied.

Tomaz Amorim Izabel
Canção de Amor

Como segurar minha alma para que
ela não vibre na sua? Como posso
elevá-la sobre você até outras coisas?
Ah, gostaria tanto de abrigá-la em algo
esquecido na escuridão, em algum lugar
silencioso e estranho, que não ressoa
quando soam suas profundezas.
Mas tudo que nos toca, a você e a mim,
nos toma juntos como um arco de violino
que de duas cordas tira uma só voz.
Sobre qual instrumento nos estendemos?
E que instrumentista nos tem na mão?
Ó, doce canção.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s