Fragmento 127 (ed. de Maehler), de Píndaro

Píndaro
Fragmento 127
                    

Εη κα ρν κα ρωτι

χαρίζεσθαι κατ καιρόν·

μ πρεσβυτέραν ριθμο

δίωκε, θυμέ, πρξιν.

 

Alfredo Rezende

Fragmento 127

 

Que amar, assim como ao amor

recompensar, seja ao seu tempo;

demais, coração, não persigas

um já envelhecido intento. 
 

 

Um comentário sobre “Fragmento 127 (ed. de Maehler), de Píndaro

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s