Fragmento 127 (ed. de Maehler), de Píndaro

Píndaro
Fragmento 127
                    

Εη κα ρν κα ρωτι

χαρίζεσθαι κατ καιρόν·

μ πρεσβυτέραν ριθμο

δίωκε, θυμέ, πρξιν.

 

Alfredo Rezende

Fragmento 127

 

Que amar, assim como ao amor

recompensar, seja ao seu tempo;

demais, coração, não persigas

um já envelhecido intento. 
 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Fragmento 127 (ed. de Maehler), de Píndaro

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s